16.9.10

Pelos vossos ossos esperamos...

Sem ser no cemitério, você já se imaginou, entrando em um lugar, sendo observado de perto por cerca de 5000 mil ossos? Qual seria a sensação de uma meditação cuja saudação inicial a quem chega é: "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos". Apesar do humor filosófico-inteligente-quase negro contido na frase, dá um arrepio só de ver as imagens feitas no local que fica na Capela dos Ossos, em Évora, Portugal.

Entrada da Capela dos Ossos (Imagem: Lia Pires)

Construída no século XVII, com design peculiar ou talvez macabro seria a melhor definição, ela foi idealizada por três monges que tiveram a intenção de produzir reflexões sobre a transitoriedade da vida e, assim com o projeto esquelético em pauta, encomendaram a farta matéria-prima de todos os cemitérios, conventos e igrejas que guardavam seus restos mortais tranquilos.

E haja ossos para três naves com 18,70m de comprimento e 11m de largura. Tanto as paredes, os oito pilares, a pintura, as arcarias possuem filas e filas de caveiras e esqueletos devidamente "decorados"de baixo pra cima, de cima pra baixo e até (pasmem, senhores!) De Ponta Cabeça.

Quando eu tiver a oportunidade de conhecer Portugal, não perco este lugar por nada...e pensar o quanto a vida é breve. Tudo passa, mas a Palavra permanece.


Parte de uma parede esquelética (Imagem: Fernando Alves)



A observar os visitantes, coluna de caveiras (Imagem: Lino Fernandes)



Nem eles imaginavam que serviriam de decoração de capela (Imagem: Francisco)


Clique nas imagens para vê-las em maior tamanho. Com muitos temas em mente, aproveitei para atualizar tudo, prometo não permanecer tão longe assim...rs...Bom final de semana.

Um comentário:

Clediane Flores disse...

Sinistro! kkk