4.2.10

Quem canta, os males alheios espanta

Ontem, eu estava envolvida com minhas tarefas cotidianas e me dei conta que um certo canto me incomodava. E vinha do vizinho. (Ai, vizinhança!). Mas o que me pertubava não era um vizinho chato (se bem que eles existem...rs...), e sim o canto de um canário-belga. Cheguei a comentar:

- Ai, que bicho chato!!! Por que canta tanto, caramba!?

Querendo descobrir a resposta de minha pergunta, fui até a varanda observar o passarinho que cantava muito e alto!! Olhei demoradamente a avezinha, linda e imobilizada numa gaiola, diante de pequeno espaço que dava para ver o azul do céu. Apesar da circustância difícil, ele ainda louvava.

Envergonhada por ter reclamado do cântico feliz do canário, me veio outro questionamento:
- Por que a felicidade incomoda?

E descobri que, na verdade, quem não estava bem era eu. O problema era eu.
Atarefada, cansada, entediada com o dia a dia e o calor, não pude perceber que aquele passarinho, mesmo dentro de sua prisão eterna, cantava. Quem saberia entender o motivo de seu canto? Talvez pelo dono que lhe dava carinho ou pelo alimento de todo dia ou simplesmente porque estava vivo. Ele estava grato pelo que possuía e eu pertubada com sua gratidão.

O episódio foi pequeno, mas aprendi a lição com o professor canário-belga: eu posso sentir alegria com a felicidade alheia.

Infelizmente, este tipo de sentimento está raro hoje em dia. As pessoas tendem a silenciarem-se diante da felicidade e só comentam tristezas, dissabores ou desasossegos. Porém e por isso, é que não se pode temer os que não sentem a mesma alegria que a gente sente, e sim, o contrário.

Como o meu vizinho, o canarinho, espero que meu canto, radiante de felicidade possa "contaminar" a muitos.
E você pode imaginar que, enquanto eu escrevia o post, ele cantava, cantava e cantava dobrado. Estou feliz!

Para quem nao se lembra do canto do canario belga:









Meu computador chegou!!!!! Quase seis meses sem ele...rs...

2 comentários:

Kakah* disse...

Oláá
Bom, bom fds pra vc...
Eu tenho uma assim tb... Ela coloca o som nas alturas e canta junto... e músicas que não gosto rsrs
gostei do post...

Bjinhuss

Fábio Adiron disse...

Nem sempre o nosso umbigo deixa as coisa bonitas de fora penetrarem...ainda bem que o seu se recuperou a tempo