2.1.08

Ano novo e surf

Para que este ano seja mesmo feliz conforme os votos que desejamos e os que recebemos, dou-lhes uma dica que tenho praticado pela minha vida afora: aprendi a surfar.

Há algum tempo atrás (já fiz um post sobre o assunto), eu tinha um sonho repetido que me assustava bastante: sonhava com grandes ondas que me perseguiam. E assim foi, até que vi uma reportagem sobre surfistas que iam para o alto mar à caça das melhores ondas (que sempre eram as maiores). A partir daí, resolvi então que, eu sairia ao encontro das malditas que me atormentavam.

Isto me caiu bem porque incrivelmente nunca mais sonhei com big waves. E foi assim que me tornei surfista. E quantas vezes não é assim que acontece conosco?

Mar cheio de ondas, que vêm e que vão. Algumas enormes, outras marolas. Há as que surpreendem, são as grandes que somem, causando um sustinho ou as pequenas constantes, que também são chatinhas.

Agora, contra mares bravios ou tsunâmes, sugiro-lhes também a prática da fé e fé em Deus. E, caso não acredite, eu só posso lamentar por você, porque todos sabemos que há os mares revoltos que matam e as tsunâmes que arrastam, infelizmente.

É por isto que pratico surf e fé e assim vou permanecendo, com a graça dos céus, em cima de uma prancha pra lá de turbinada, escrevendo textos por aqui.

Bom, depois de ter contado o meu segredinho de vida, aproveito para desejar-lhes um feliz 2008 com muito surfe e muita fé. Se bem que, se pudesse escolher, o que eu queria era uma vida inteira de férias, sobre uma redinha, debaixo de uma sombra, sob o sol e mar calmo de Itapoã. Mas se isto não for possível, aprendamos a surfar, vamos lá!? rs... E só pra avisar, já, já entraremos de férias...bjos






Sobre o vídeo: Ele treina mais duro que todos, se arrisca em ondas inacreditáveis como se estivesse brincando, rouba a cena nos filmes de surfe - com habilidade e ambição - traz mais energia e inovação ao esporte. Considerado o mais completo e bem-sucedido atleta de esportes com pranchas do mundo, Laird Hamilton é quase uma divindade do oceano

2 comentários:

Milene Maciel disse...

Feliz 2008 pra você também!
Com muito surf e fé.
=)

Beijos

Letícia disse...

Muito boa essa do surf. E, conotativamente e denotativamente, como é difícil se equilibrar nas primeiras tentativas!
Nice 2008!